Betametasona Alta Floresta D'Oeste RO

Betametasona em Alta Floresta D'Oeste. Onde comprar, preço, indicações e bula do medicamento. Encontre aqui endereços e telefones de farmácias e drogarias em Alta Floresta D'Oeste que vendem Betametasona.

Farmácia Biofarma
(69) 3641-3344
Praça Castelo Branco 3980
Alta Floresta D'Oeste, Rondônia
 
Drogacenter
(69) 3641-2012
Avenida Amazonas 4021
Alta Floresta D'Oeste, Rondônia
 
Farmácia Globo
(69) 3641-3000
Avenida Brasil 3895
Alta Floresta D'Oeste, Rondônia
 
Farmácia Popular
(69) 3643-1251
Avenida Tancredo Neves 3636
Alto Alegre dos Parecis, Rondônia
 
Farmácia Brasil
(69) 3434-2494
Avenida Brasil 2340
Santa Luzia D'Oeste, Rondônia
 
Farma Vida
(69) 3641-3025
Avenida Rondônia 4172
Alta Floresta D'Oeste, Rondônia
 
Farmácia Rio Branco
(69) 3641-2436
Avenida Brasil 4202
Alta Floresta D'Oeste, Rondônia
 
Drogaria Vitória
(69) 3641-3509
Avenida Brasil 4493
Alta Floresta D'Oeste, Rondônia
 
Farmácia Popular
(69) 3434-2568
Avenida Brasil 2464
Santa Luzia D'Oeste, Rondônia
 
Farmácia e Drogaria Santa Filomena
(69) 3442-1232
Avenida 25 de Agosto 5291
Rolim de Moura, Rondônia
 

Betametasona

Bula de BetametasonaO dipropionato de betametasona é um medicamento com ação antiinflatória, anti-alérgica e anti-reumática, vendido comercialmente com os nomes de Diprospan; Dipronil ou Dibetam.A betametasona de uso tópico alivia coceiras e também está presente em cremes ou pomadas como: Betaderme; Betnovate; Candicort; Dermatisan; Diprogenta; Naderm; Novacort; Permut; Quadriderm; e Verutex.A betametasona pode ser usada no tratamento de doenças agudas crônicas suscetíveis aos corticóides, como alterações osteomusculares de tecidos moles; condições alérgicas; condições dermatológicas; colagenoses ou câncer.Indicações da BetametasonaArtrite reumatóide; osteoartrite; bursite; espondilite anquilosante; epicondilite; radiculite; coccidínia; dor ciática; lumbago; torcicolo; cisto ganglionar; exostose; fascite.Condições alérgicas: Asma brônquica crônica (incluindo terapia adjuvante para o estado de mal asmático); febre do feno; edema angioneurótico; bronquite alérgica; rinite alérgica sazonal ou perene; reações medicamentosas; doenças do sono; picadas de insetos.Condições dermatológicas: Dermatite atópica (eczema numular); neurodermatite (líquen simples circunscrito); dermatite de contato; dermatite solar grave; urticária; líquen plano hipertrófico; necrobiose lipoídica diabética; alopécia areata; lúpus eritematoso discóide; psoríase; quelóides; pênfigo; dermatite herpetiforme; acne cística.Colagenoses: Lúpus eritematoso sistêmico; esclerodermia; dermatomiosite; periarterite nodosa. Neoplasias: Para o tratamento paliativo de leucemias e linfomas em adultos; leucemia aguda da infância.Outras condições: Síndrome adrenogenital; colite ulcerativa; ileíte regional; condições pediátricas (bursite sob heloma duro, hallux rigidus, digiti quinti varus); afecções necessitando de injeções subconjuntivas; discrasias sangüíneas que respondem aos corticóides; nefrite e síndrome nefrótica; insuficiência adrenocortical primária ou secundária poderá ser tratada com betametasona porém deverá ser suplementada com mineralocorticóides.Betametasona injetável é recomendada para:Injeções intramusculares em doenças que respondem aos corticóides sistêmicos;Injeções diretamente no tecido mole afetado, quando indicado;Injeções intra-articulares e periarticulares em artrites;Injeção intralesional em várias condições dermatológicas;Injeção local em certas alterações inflamatórias e císticas do pé.Preço da BetametasonaO preço da Betametasona pode variar entre 2 e 75 reais dependendo da apresentação, que pode ser em gotas comprimidos ou creme e da quantidade de medicamento por grama por embalagem. Por exemplo 20 comprimidos com 0,5 mg de betametasona pode custar 3 reais enquanto a pomada de 30 g com concentração de 1mg pode custar 4 reais na versão genérica ou 20 reais de marca.A grande variação de preço da betametasona está relacionada com o tipo de associação apresentada, indicação, via de administração e concentração do produto.Efeitos colaterais da BetametasonaHipertensão; fraqueza muscular; coceira; dor muscular, perda de massa muscular; osteoporose; fraturas vertebrais; necrose asséptica da cabeça do fêmur e do úmero, fratura patológica dos ossos longos; rotura de tendão; instabilidade articular decorrente de repetidas injeções intra-articulares; úlcera péptica com possível perfuração e hemorragia; pancreatite; distenção abdominal, esofaringite ulcerativa; comprometimento de cicatrização dos tecidos; atrofia cutânea; adelgaçamento cutâneos; petéquias e equimoses; eritema facial; aumento da sudorese; diminuição ou supressão da reação aos testes cutâneos; reações como dermatite alérgica; urticária, edema angioneurótico; convulsões; aumento da pressão intracraniana com edema de papila; vertigem; cefaléia; irregularidades menstruais; desenvolvimento de Síndrome de Cushing; supressão do crescimento na infância e no período intra-uterino; falta de resposta adrenocortical e pituitária, particularmente em períodos de estresse, como trauma, cirurgias ou doenças; diminuição da tolerância aos carboidratos, manifestações clínicas de diabetes latente, aumento das necessidades diárias de insulina ou agentes hipoglicemiantes orais; cataratas subcapsulares posteriores; aumento da pressão intra-ocular; glaucoma; exoftalmia; balanço nitrogenado negativo devido ao catabolismo protéico e distúrbios psiquiátricos como euforia; alteração de humor; depressão grave até manifestações psicóticas fracas; mudanças de personalidade, insônia.Outros efeitos colaterais relatados são reações anafiláticas, hipersensibilidade, hipotensão e choque quue estão sempre relacionadas com a dose e a duração do tratamento.Contraindicações da BetametasonaGravidez risco C; amamentação; infecções sistêmicas por fungos; hipersensibilidade aos componentes da fórmula ou outros corticóides.A Betametasona não deverá ser administrado por via intramuscular a pacientes com púrpura trombocitopênica idiopática.A Betametasona não deve ser usado por via intravenosa ou subcutânea e deve ser usado com cautela em casos de pacientes com colite ulcerativa não específica, se houver possibilidade de perfuração iminente, abscesso ou outra infecção piogênica; diverticulite; anastomose intestinal recente; úlcera péptica ativa ou latente; insuficiência renal; hipertensão; osteoporose e miastenia.Interações medicamentosas da BetametasonaOs medicamentos listados a seguir não deve ser utilizados concomitantemente com a terapia de betametasona, por produzirem efeitos indesejáveis:Fenobarbital, fenitoína, rifampicina e efedrina; Estrógenos; Digitálicos; Anfotericina B; Cumarínicos; Antiinflamatórios não hormonais e álcool; Salicilatos; Ácido acetilsalicílico; Hipoglicemiantes; Glicocorticóides.Modo de uso da BetametasonaUso tópico (na pele).Adultos:Aplicar uma pequena quantidade do medicamento na pele, de 1 a 4 vezes ao dia.Crianças:Aplicar na pele, de 1 a 4 vezes ao dia, por um período máximo de 14 dias, não devendo ser utilizado em menores de 12 anos.Links úteis:CetoconazolRemédio caseiro anti-inflamatório