Alprazolam Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Alprazolam em Porto Alegre. Onde comprar, preço, indicações e bula do medicamento. Encontre aqui endereços e telefones de farmácias e drogarias em Porto Alegre que vendem Alprazolam.

Demerval Mucillo Trajano
(51) 3340-7910
Rua Pero Lobo Pinheiro 2071
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Silvino Joaquim Lopes Neto
(51) 3226-5383
Rua Doutor Vicente de Paula Dutra 111
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Farmabel Drogarias e Farmacias
(51) 3331-9218
Rua Carazinho 406
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Drogaria Capile
(51) 3062-6238
Avenida do Forte 1844
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Farmacia Homeopatica Belladona
(51) 3395-5700
Rua Félix da Cunha 697
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Drogaria Cervofarma
(51) 3339-7144
Rua Coronel Aparício Borges 539
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Agafarma
(51) 3019-6094
Rua Demétrio Ribeiro 1004
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Mellis
(51) 3388-6868
Rua Atanásio Belmonte 330
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Farmacias Capile
(51) 3278-1011
Avenida Borges de Medeiros 543
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 
Drogaria Venancio Aires
(51) 3228-8015
Avenida João Pessoa 1141
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
 

Alprazolam

Bula de AlprazolamAlprazolam é um tranquilizante, medicamento da classe dos ansiolíticos, que age deprimindo o sistema nervoso central produzindo um efeito traquilizante.Além do genérico, a substância ativa Alprazolam pode ser encontrada comercialmente com os nomes de Frontal e frontal XR.Os medicamentos Altroz, Apraz, Constante ou Tranquinal produzem efeitos similares.Indicações do AlprazolamAnsiedade; síndrome do pânico.Efeitos colaterais do AlprazolamPacientes com ansiedade: sonolência; depressão; dor de cabeça; boca seca; constipação intestinal; diarréia; sensação de queda iminente.Pacientes com síndrome do pânico: sonolência; fadiga; falta de coordenação; irritabilidade; alteração de memória; tontura; insônia; dor de cabeça; desordens cognitivas; dificuldade para falar; ansiedade; movimentos involuntários anormais; alteração do desejo sexual; depressão; confusão mental; diminuição da salivação; constipação intestinal; náusea; vômito; diarréia; dor na barriga; congestão nasal; aumento dos batimentos do coração; dor no peito; visão borrada; suores; erupção na pele; aumento do apetite; diminuição do apetite; aumento de peso; perda de peso; dificuldade para urinar; alteração da menstruação; sensação de queda iminente.Contra indicaçõesGravidez risco D; amamentação; menores de 18 anos.Modo de uso do AlprazolamAnsiedade: iniciar com o,25 a 0,5 até três vezes por dia. A dose máxima diária não deverá ultrapassar 4 mg.Sindrome do pânico: iniciar com 0,5 mg 3 vezes ao dia, evoluindo 1 mg por dia a cada 3 dias. A dose máxima nesses casos pode alcançar 10 mg.Observação:Os comprimidos tipo XR, tem liberação prolongada deve se ingerir inicialmente 1mg uma ou duas vezes por dia no caso de ansiedade, mas nos casos de sindrome do pânico, iniciar com 0,5 mg duas vezes por dia.No caso de idosos as doses devem ser reduzidas.